Bispo Francis Kalist

O Senhor começou a minha vida espiritual em meu Batismo, quando eu era criança. A vida de fé dos meus pais foi um grande apoio para mim desde a minha infância, possibilitando-me crescer em devoção, mas o verdadeiro processo de renovação começou em 1980, quando, como estudante de teologia na faculdade do St Albert, eu participei do meu primeiro Retiro Carismático, no Seminário.

Depois da minha ordenação sacerdotal, fui designado pároco da Paróquia de St .Paul, Christnagar, Ghaziabad, nos arredores de Nova Deli. Entrei em contato com a equipe de serviço de Deli e fui convidado, com regularidade, a pregar para os vários grupos de oração carismáticos em Delhi, tornando-me então consciente a respeito dos dons carismáticos. Naqueles anos, eu costumava participar dos programas de verão do Conselho Nacional da Renovação Carismática em Ernakulam, Kerala.

Em 1995, em um desses programas, eu tive a minha primeira experiência tangível do Batismo do Espírito Santo. Embora eu participasse regularmente, na maioria das vezes eu era, ou um mero espectador ou tentava buscar novas ideias e questões a partir de conversas, para a minha própria pregação. Durante o momento de louvor e adoração, presenciei um homem de aspecto normal ao meu lado, totalmente imerso em oração, com seu rosto brilhando. Eu não estava rezando  – eu estava apenas observando aquele homem. 

Naquele momento, eu pensei: "Eu sou padre e este homem é apenas um leigo. Mas que oração ardente e cheia do Espírito tem esse homem!". Durante a oração, eu não o abordei, mas assim que acabou a oração, virei-me para ele e perguntei-lhe como ele conseguia entrar naquela oração tão profunda. Sua resposta foi bastante tocante e transformou-me de um mero espectador para alguém que passou a procurar devotamente o Espírito Santo. Ele estava levando uma vida de pecado e era pai de dois filhos. Alguns amigos o ajudaram e o trouxeram, à força, para um retiro de uma semana, onde ele recebeu a graça da conversão. Após sua conversão, enquanto ele levava uma vida de renovação, ele tornou-se pai de mais três filhos. E ele me disse, "Padre, se você conhecesse meus cinco filhos, você observaria que os dois mais velhos são fechados, reservados, tímidos e sombrios, enquanto que os três que eu tive depois da minha  conversão são alegres, ativos, graciosos e cheios de vida. Agora eu vou passar a minha vida em oração e penitência para que os meus dois filhos mais velhos sejam libertos dos efeitos do meu pecado em suas vidas".

Esta experiência tocou-me e comecei a orar fervorosamente para me tornar uma pessoa cheia do Espírito e guiada pelo Espírito. Naquela noite, durante a oração da efusão, fui ungido e tomado pelo Espírito.  Estou agora  esforçando-me para crescer na Renovação. Sirvo a Renovação como Conselheiro Episcopal para o NCCRS  (Conselho Nacional)  da Índia.

Entre os livros que eu li durante os últimos 12 meses, estão: O Espírito Santo e a Renovação Carismática, por R.H.Lesser; Carismas e a Renovação Carismática, por Francis A. Sullivan S,J; Milagres Acontecem, da irmã Briege Mckenna, O.S.C com Henry Libersat; e Misericórdia, pelo Cardeal Walter Kasper.

Vejo a Renovação do futuro como o Papa Francisco diz, ou seja "Uma Corrente de Graça", que, por si só pode tornar a Igreja uma comunidade vibrante. Ela proverá a liderança adequada na Igreja; é a única fonte de unidade na Igreja e entre as várias denominações, e sozinha ela pode animar e inspirar cada associação e cada movimento dentro da Igreja.



Twitter Facebook Email Print
© 2015 ICCRS. All Rights Reserved.